Uma mulher duas gerações antes de mim

Face pálida com traços profundos da sua experiência de vida. Os olhos, tristes e pesados, esverdeados e meigos, tornam o seu olhar a melhor parte de si própria. Do lado direito já a luz se apagara há muito tempo.

Nariz fino e elevado, rejuvenescido. Apesar de desfavorecido, o seu sorriso aberto é capaz de animar qualquer um. Cabelo fino e escasso, entre uma imensidão branca ainda é possível encontrar um ou outro da cor original.

A vaidade nasceu e morrerá com ela. Anda sempre bem arranjada, normalmente sob um manto negro. Unhas redondas e longas no final das suas mãos sensíveis e rugosas. É formosa com todas as suas curvas. Devido às suas pesadas pernas, desloca-se sobre rodas.

É sábia em todos os aspetos e tudo aquilo que sabe deve-o a si mesma. É uma pessoa extremamente presa ao passado, mas sempre presente nos seus gestos para com os outros. Duas grandes perdas deixam um enorme vazio no seu coração; essas são apenas duas das muitas razões que fazem escorrer rios de lágrimas pela sua face várias vezes ao dia.

Apesar de tudo, é uma mulher alegre e carente, que necessita de atenção. Tem sempre algo a dizer, gosta de falar e não há nada que a alegre mais do que uma boa melodia ao estilo da sua época.

Ana Sofia Barros

10º41

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s